Reiki

A Terapia de Reiky uma aposta credível em 2014

Caro leitor

Como Coordenadora do Voluntariado de Reiki, no CHSJ gostaria de vos deixar algumas palavras de introdução a um dos temas que foi versado durante a 6ª Reunião de Inverno promovida pela ADL, no passado dia 29/01/14.

A palavra Reiky não será por certo desconhecida de muitos dos leitores, pois existem actualmente, para além de livros publicados, algumas dezenas de páginas na Internet, que definem e explicam os mais diversos conceitos de Reiky e tipos de graduação.

 Assim julgo que faz todo sentido dizer-vos o que penso da Terapia de Reiky alicerçada quer pela formação específica que fui fazendo desde 2005, quer na experiência que fui adquirindo como terapeuta.

O Reiky é uma técnica milenar redescoberta no século XIX pelo japonês, padre e teólogo, Dr. Mikao Usui, que a definiu como sendo “uma técnica de cura espiritual e energética”.

Reiky é uma designação japonesa que significa a “Energia Vital Universal” e que se caracteriza por ser um sistema natural de captação e transmissão dessa energia. Compete ao terapeuta captar esta energia e a transmiti-la ao ser humano (plantas, animais) através da imposição das mãos.

O Século XX foi palco de novas descobertas e novos conceitos científicos que permitiram compreender melhor esta energia universal. Descobriu-se que os átomos são sistemas de energia e informação. Einstein, em 1905, publicou a Teoria da Relatividade – “tudo no Universo é energia, apenas com diferentes níveis de condensação”.

O homem é então constituído por um corpo de matéria densa, tridimensional, mas também apresenta sentimentos e pensamentos, fenómenos de alta-frequência energética, que estão para além das três dimensões da matéria (comprimento, largura e altura). Voltamos assim à antiga concepção “hipocrática”, porém, acrescentando o espírito à tríade mente/corpo/meio ambiente.

Essa visão holística está intimamente ligada à compreensão da acção das terapias alternativas/complementares de que o Reiky é um exemplo, também reconhecido, desde 1962, pela OMS, consignada na Alma Acta.

Assim, quando pensamos em termos de saúde/doença, associamos normalmente o bom/mau funcionamento dos órgãos e células. No entanto, as células são agregadas de átomos, e estes não são mais do que sistemas de energia. Logo, quando procuramos restaurar a saúde temos de cuidar em simultâneo da actividade fisiológica e energética das células a fim de encontrarmos o “estado de equilíbrio harmonioso”  a que anteriormente me referi.

O Reiky, (de acordo com a génese japonesa), representa então uma terapia que permite o equilíbrio das energias, o encontro do espiritual e da essência cósmica Rei que significa a energia universal e transcendental que tudo circunda e existe no Universo, com Ki, a energia vital individual que existe em cada ser vivo, humano (que nos é inata), animal, vegetal e mineral.

Há no mundo muitos sistemas de cura pelas mãos e todos têm seu valor e eficácia, mas apenas o Reiky desenvolve um processo da Sintonização ou Iniciação. Na Iniciação, o mestre de Reiky activa os principais centros energéticos do aluno, denominados por “Chacras”, e harmoniza-os de forma a deixar fluir a Energia universal.

Os chacras são vórtices de energia vital também conhecida por “prana” localizados no corpo humano e funcionam como receptores e emissores de energia. Na linguagem indiana, chacra significa “rodas da mente que vivem na floresta dos sentidos”. É nestes centros que se estabelece a ligação energética entre o plano cósmico e o terrestre.

Mas os chacras podem estar bloqueados ou seja impedidos de que a energia flua. Estes bloqueios propiciam o aparecimento de doenças do foro mental, emocional, espiritual ou físico.

O ser humano tem centenas de chacras, sendo de realçar os principais ou os grandes chacras. São nestes 7 chacras que habitualmente o terapeuta de Reiky incide a sua atenção. Estas chacras denominam-se: 1º– Chacra base ou Raiz; 2º– Chacra Sagrado ou da Hara; 3º– Chacra Plexo Solar; 4º– Chacra Cardíaco; 5º– Chacra da garganta ou laríngeo; 6º– Chacra Frontal; 7º– Chacra da Coroa ou Coronário.

A todos eles correspondem diferentes partes do corpo, regendo o funcionamento dos órgãos e glândulas, bem como os aspectos específicos das dimensões emocional mental e espiritual. A título de exemplificação, o 3º – Chacra tem a sua localização no ponto de junção das costelas flutuantes, os órgãos são o pâncreas (glândula), fígado, vesícula, baço, estômago e duodeno. No plano emocional, elimina o stress, diminui o medo e fortalece a auto estima. No mental, favorece a vontade e desenvolvimento do ser e no espiritual, conduz à abertura das energias superiores.

A terapia do Reiky consiste em direccionar a energia do universo através das mãos de um canal (o terapeuta) para o corpo físico do paciente utilizando os principais chacras de forma a estimular a capacidade inata do receptor (está implícito a possibilidade de sempre poder ser feito o auto-reiky).

A aplicação do Reiky no ser humano promove uma profunda limpeza das células e corpos energéticos (átomos) de forma a adquirir o equilíbrio da saúde física, mental, emocional e espiritual. Pela sua profundidade do tratamento, e da plena compatibilidade da fonte de energia com a estrutura corpórea, o Reiky torna-se um dos métodos mais completos de terapia, pois conduz o homem ao desenvolvimento das qualidades pessoais, talentos, ambições e permite-nos o conhecimento da nossa força interior, bem como cura necessária do corpo, da mente e da alma.

No domínio das terapias, como no das ciências exactas e não exactas, não dispomos de um conhecimento absoluto da matéria em estudo. Pelo contrário, quanto mais nos aprofundamos em qualquer assunto, mais vemos que tudo está interligado e que nada é definitivo. Por outro lado, considero há um longo caminho a percorrer e que continuarei a ser um aluno atento em constante aprendizagem, com ajuda incondicional Escola de Reiki, Centro de Meditação Solaris Terra Pura…

O Reiky não é uma religião ou crença, dogma ou doutrina, magia, fenomenologia ou poder mental, apenas uma terapia natural que pode ser aplicada a todo o homem desde que este o queira.

Sinto também que para chegar até aqui tive de percorrer um longo caminho de crescimento interno, do meu próprio “eu” para poder desenvolver a Terapia de Reiky, pois cada vez mais acredito que não deverá existir discrepâncias entre o que pratico e o que realmente sou como pessoa…

Com este pequeno texto procurei explicar o que é o Reiki, e deixar-vos este testemunho para se o entenderem reflectirem…

Maria Zilda Alarcão

(Coordenadora do Voluntariado de Reiki no CHSJ)

 Os meus Mestres:

 

Depoimentos

Sr. José Joaquim Moutinho

Sr. Gomes

Helena Pedro


 

 

 

 

 

 


Reiki em doentes hemato-oncológicos  Reportagem RTP1 – Jornal da tarde

Imagem1

Artigo inserido na Revista Especializada Hemato Oncologia®  de Abril 2011

Imagem2